Tear by Amalia Rodrigues

Full of pains
Full of pains I lie down
And with more pains
With more pains I get up  
In my chest
I am already in my chest  
This way
The way to want so much  

Despair
I have for my despair  
Within me
Within me the punishment  
I don’t want you
I’m saying that I don’t want you
And at night
At night I dream of you

If I consider
That one day I have to die
In the despair  
That I have of not seeing you
Holding out my shawl
Holding out my shawl on the floor
Holding out my shawl
And letting me sleep

If I knew
If I knew that dying  
You had me
You had me crying  
For a tear
For your tear  
What happiness
I’ll let myself die.

For a tear
For your tear
What happiness
I’ll let myself die.

Lagrima por Amalia Rodrigues

Cheia de penas
Cheia de penas me deito
E com mais penas
Com mais penas me levanto
No meu peito
Já me ficou no meu peito
Este jeito
O jeito de querer tanto

Desespero
Tenho por meu desespero
Dentro de mim
Dentro de mim o castigo
Eu não te quero
Eu digo que não te quero
E de noite
De noite sonho contigo

Se considero
Que um dia hei-de morrer
No desespero
Que tenho de te nao ver
Estendo o meu xaile
Estendo o meu xaile no chão
Estendo o meu xaile
E deixo-me adormecer

Se eu soubesse
Se eu soubesse que morrendo
Tu me havias
Tu me havias de chorar
Por uma lágrima
Por uma lágrima tua
Que alegria
Me deixaria matar

Por uma lágrima
Por uma lágrima tua
Que alegria
Me deixaria matar.
Diane Burchett
Diane.Burchett@aol.com    720-318-6959